Skip to content

Pretinho Básico

dezembro 22, 2010

“O que será que faz do preto uma cor tão deslumbrante e atraente que tem arrastado gerações de mulheres para o ‘pretinho básico’, expressão que entrou em nosso léxico cultural, onde é só dizer e todo mundo sabe a que se refere: um vestido simples o suficiente para aparecer sem esforço, mas elegante o bastante para que a mulher que usa fique marcada como uma pessoa de bom gosto.”

 Quando uma mulher usa um vestido preto, o mundo imagina que ela seja sofisticada, sensual e experiente, logo essa mulher assume o papel de agressor; contrariamente de uma que usa cores pastéis-torna-se um alvo, passiva -de preto ela está traçando seu próprio rumo. Mas como Coco Chanel dizia: Ser Sherazade é fácil, vestir o pretinho que é difícil. É  tentador atribuir o primeiro pretinho a Chanel, uma vez que ele representa tudo que ela simbolizava: modernidade, uma sensualidade tranqüila e sempre confiante. 

Em sua opinião ( Coco Chanel) o pretinho olhava para frente, para o futuro, era usado por jovens figuras esbeltas, de cabelos curtos e pernas nuas, melindrosas que bebiam gim e rejeitavam a moda sufocante da época de suas mães; mas, quem será que realmente inventou o pretinho? Não se sabe ao certo, mas sem dúvida se alguém pode reinvindicar o direito de ser madrinha espiritual do pretinho, esse alguém é Gabrielle Chanel.

Entretanto, o principal responsável pelo momento culminante do pretinho foi o guarda-roupa de Audrey Hepburn, no famoso filme “Bonequinha de luxo” de 1961,onde a atriz usava o mesmo tubinho preto de Givenchy em quase todas as cenas- e estava sempre perfeitamente adequada. 

Na realidade, o legado de Hepburn é tão importante que mesmo depois de trinta anos quando a loja Barneys de Nova York mandou copiar o vestido de Givenchy, vendeu-se tudo. 

Por que será que o mundo da moda adora o preto? Pelos mesmos motivos que fazem do preto um grande suporte: é delicado, sedutor, elegante, prático, atraente, misterioso e seguramente chique.

Promovem-se outras cores como alternativas para o preto, é claro.Ouvimos dizer que marrom é o novo preto ou que esse é o caso do cinza.Entretanto, inevitavelmente, o preto volta.È melhor do que o novo, porque não tem idade.

Audrey Hepburn no famoso preto Givenchy no filme Bonequinha de Luxo de 1961

 

Coco chanel em seu pretinho 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: